Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DISPARE

Navegar, navegar a ocidente, já se vê terra e o fim do mundo... ou poemas do manicómio

DISPARE

Navegar, navegar a ocidente, já se vê terra e o fim do mundo... ou poemas do manicómio

15
Out09

POEMA LOUCO

Peter

      

Se eu phosse o Ke não sou  Kantava-te

Kantava-te de pena  , pena minha

Kantava-te de pena de galinha

tirada duma asa , até do rabo

cantava-te ao ouvido, vem sozinha

ensaboar-me o corpo , Ke me lavo.

 

Se eu phosse o ke não sou, sunhava-te

sunhava-te vestida de caroço

pra te tirar a Kaska e dar-te grosso

beijo  lokal acima do umbigo

Komprimia-te o korpo em alvoroço

e outras coisas mais ke  te não digo

 

se eu fosse o Ke não sou, phumava-te

phumava-te  com phorma e de maneira

a phicares a olhar a vida inteira

para um vazio  em praça de matriz

apenas te deixava no totiço

a boina basca, nada mais que isso

e um brinkinho na ponta do nariz

 

se fosse  o ke  não sou Phanava-te

num dia ke não phosse o próprio dia

levava-te comigo , na magia

de existir e almoçar contigo

para depois disso  ver-te repousada

repousada de pé e não sentada

numa janela em forma de postigo

 

se phosse o ke não sou podia ser

um companheiro, amante , ou um amigo

          

16
Abr09

Piangere

Peter

  

piangere di niente di nessuno

piangere in questo mondo lontano

piangere di nulla

uomini di fede abstrata

pazzo é il tempo di noi

pazzi siamo stesso noi

e la nostra indiferenza

noi che strisciamo da verme

sull polvero

sulla rábbia

non siamo  nulla

a meno che scimmia senza testa

essere senza cuore

animali tra gli altri

comme qualquno di loro

aspettando l'arrivo

dell fine.

16
Fev09

PÁTRIA

Peter

HEROIS E SANTOS !!!!

 

                                                                        

 

Corruptos. Quadrados. Geometria

da Lusitânia .Políticos. Rapaces.

Mordomos e Senhores. A entropia.

Um povo, uma vanguarda de incapazes.

 

Administradores. Gestores. Paralisia.

Demónios. Charlatães e parasitas.

Ocultismo. Digamos. Bruxaria.

Medo e pobreza em almas aflitas.

 

São 800 anos de memória

p’ra chegar a mendigos da Europa

um povo que lutou e fez a istória

 

a sustentar fidalgos e a tropa

e os canhões .Pele, sem carne, o osso

expectante  a leste. Um paradoxo.

 

                 

19
Jan09

KRISE

Peter

NOTA$00

 

(não é  para ser lido por politicos, administradores virtuais,

gatunos, corruptos, mentecaptos e vendedores de banha.)

 

A krise anda pra aí  merda pra ela

eu ká nunca vivi doutra maneira

a krise é dos gatunos, financeira,

Krise pra nós ? nós estamos sempre nela !

.

 

Krise dos vigaristas dos ladrões

ke nos roubam a carne até á alma

dos puderosos rikos e poltrões

pra nós  a krise é a mesma , há que ter kalma.

.

 

kem nada tem , uns nuventa por 100%,

nada podem perder já são eskravos

dos korrutos do mundo  que só tem

abilidade purke somos nabos.

.

 

perderam a Kamisa ? até o Ku

lá deviam perder a espeKular

esta Krise é dos ricos, mas és tu

tu de certeza ke a vais pagar.

.

 

amanhã se rephilas, e tens fome,

acenãota policia komo a kão,

parazitas da terra, ção kem come

para deichar morrer outros ke estão.

.

 

eu tenho pena deles barulhentos

porKos e maus , mas tudo lhes darão

politicos mafiosos fedorentos

na mira de KUmerem seu kinhão.

.

 

o mundo é isto tudo o ké pressizo

da lei da selva  subtil darwinismo

bem  poucos a viver no paraiso

todos os outros  do lado do abismo.

 (escrito em  ortugraphia nova do novo dicionário

do m. da educação nacional)

 

 

11
Jan09

ESPELHO NEGRO

Peter

OS OLHOS DELA

       

                                            

os olhos dela

aveludaram-me a vista

redondos de conKista

seguros dum artista

suspensos na construção...

...os olhos dela...

os olhos dela são

os seios na revista

o corpo no desejo

a posse na questão

porém os olhos dela  são pinturas

seios, feitos á mão,

o corpo leveduras

o sexo um momento

reflexão...

só me phaltava ver se lá por dentro

ela tinha em bom estado

o Kuração...

e pelos vistos

não...

       
____________________________________________

 

30
Dez08

EXCELÊNCIA

Peter

o último disparo é de bazuca

rápido, certo a desfazer a nuca

do mundo louco de 2008

a rikeza explodiu

os porcos vomitaram na espelunca

o escravo de nada se serviu

ontem hoje amanhã nunca


a krise anda na rua

de lingeria leve, quase nua

fétida, fedorenta, a praguejar

puta de vida ,

alguém xeirou a Krise

ao de lá do costume ??


porcos  e mal cheirosos

estamos no estrume

da excelência

viver é imprudência

não há último tiro de bazuca

para  acabar a crise

certeiro, rápido,mortal, mesmo na nuca.



viva a excelência !!!

o filho, o pai o espirito santo,

o primo, a tia , o cunhado, a muca,

o avô da tia, o sobrinho ,a bazuca

todo o ke tem batuta

e é filho dela !!!

.........

 

 

 

 

 

 

 

 

11
Dez08

U POSTE

Peter

    u poste da minha amada

    é feio Kumós dragões

    é grande mas não diz nada

    só provoKa Konphusões

 

    a minha amada é do poste

    a grande sustentadora

    embora  nunca desgoste

    de me pegar na vassoura

 

    ai vassoura vassourinha

    direita Kom silikone

    é bassoura de rainha

    com u feitio dum Kone

 

   

11
Dez08

DELONGE

Peter

 

Pois agora no berço

mediterrânico

é q'ueu vejo

de longe

o barraco português

 

isso é esponjoso

ó gente

estamos enterrados

até aos dentes

pelos grandes aldrabões

que sempre e só

nos deram ilusões

 

cáfila  de ignorantes

quadrilha de malvados

para ser português

em que quadrantes ???

 

e a quem ser português

é destinado ????

 

 

30
Out08

SEXYM

Peter

 

                                       

Ela era toda boa

e feita de cetim

por isso, não sei

por isso sim

olhei para ela

e cheguei-a pra mim

e a dançar a dançar

o ke keu havia de apalpar???

foi ginja !

depois do baile

fomos ao jardim

chamei-lhe kerubim

meu kerubim...

e no calor nascente

agarrei na bicicleta

centei-a no selim

e demos uma volta...

trim...trim...trim...

e foi assim...

                                       
                  

 

 

 

30
Out08

CEDRO

Peter

                                    

______________________

______________________     

Estava centado num cedro,

num cepo, kero dizer,

num cepo do cedro cortado

e o que estava eu a fazer ???

á espera ke o cedro kaisse,

isso foi ontem, ó einstein

anda ká explicar...

                                         

o cedro já lá não estava

kero dizer, eu...

eu não estava sentado no cepo

porke não havia cepo mas cedro

e o cedro caiu-mem cima

das costas

e depois centei-me no cepo

o cedro já lá não estava

e eu muito menos

isto era noutro lado

tenho a certeza

no universo 27.                    

          

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub