Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DISPARE

Navegar, navegar a ocidente, já se vê terra e o fim do mundo... ou poemas do manicómio

DISPARE

Navegar, navegar a ocidente, já se vê terra e o fim do mundo... ou poemas do manicómio

22
Abr07

ESCREVER

Peter

 

se para lá dos segundos

e dos raios de luz

vertiginosos

existe coração

não é o meu

tudo isto é inseguro

não mais que imaginário

e também um olhar

centecimal

se existe

masturba-se

não é teu

nem o teu

nem  aquele

que eu uma vez  tentei

desafiei...

é muito menos esse

se o soubesse

cantar

numa guitarra

ou escrever em verso

sobre o tempo

para voltar um dia

e compreender

a razão e o ser

 

 

 

 

 

 

 

16
Abr07

SER E NÃO

Peter

 

 

 

 

 

ontem não ser

e hoje ser o kê?

ser o ke é

dakilo que ontem foi

no  ano década

e até num  ensaio

de principio sem fim

só se pode escrever

antes de se partir

suprimimos o fim

e vamos ao cinzento

do cimento

amassado

o momento ke passa

é isso

uma compota

tudo menos batota

dum dia só

divino e sábio

e morno adocicado

o sorriso esquecido

o olhar confirmado

o raio de calor

uma pipeta

a luz

mesmo a luz é engano

dum sol que nos akece

porke nos ker cumer.

 

 

 

 

 

 

 

02
Abr07

QUINZANOS

Peter

                                                 

                                                     

                                                    KINZANOS

 

 

                               -Kinzanos de labor jaco serbia

                                pindérica  rakel serena á trela 

                                de cama em cama andou dormiu com ela

                                com ela fez amor de noite e dia

.

                              -Lhe puseram porém kumela kria

                                na fraca Kuka súbita incerteza

                                imaginou-se só já morta e tesa

                                sem Kamas Koiso Ku e compañia

                           

                            -Foi á vidente zéfira formada

                                na xafurdice e  toda a porcaria

                                forjou um novo amor de pikaria

                               

                               e desditosa pobre angustiada

                               krukudilicas lágrimas vertia

                                ao ver que se fazia e desfazia.

 

 

                                                       

01
Abr07

ALLÔ,ALLÔ

Peter

 

Allô baby, allô lola

allô olhar, allô audrey

allô daisy , allô douro

allô garrafa ,allô porto

allô cortiça allô sol

de vinho doce de mosto

allô minha concubina

que antes de ser sempre o foi

mia madonna del monte

no miradouro de espanha

senhora do almortão

sobre duas azinheiras

o milagre do teu rosto

ossários da serra d'ossa

e metro de s.michel

pátio dos beijos roubados

em cada cama de hotel

onde se escreveram histórias

em buracos de papel

allô sinistra mensagem

allô imaginação...

da fantástica viagem

dum português ao japão...

 

01
Abr07

AllÔ,AllÔ 0

Peter

 

 

Allô baby allô lola

allô olhos allô audrey

allô signora del monte

allô minhas mãos esmagadas

pela linha do horizonte

allô senha de abertura

mais o meu telefonino

o cabelo côr de rosa

mais o policia divino

com uma arma apontada

á beleza do destino...

allô minha concubina

prenhe de mil orações

allô seio de menina

que chupei aos gorgulões

allô  cabala encantada

de cama  em cama perdida

allô audrey allô lola

amassada derretida

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub